quarta-feira, 21 de junho de 2017

130 - Well being with crystals … – Bem-estar com cristais …

Cristais são corpos sólidos de arestas rectas e vértices agudos que fazem parte dos minerais. São pedras com estruturas moleculares perfeitas e electromagnetismos de alta frequência. Existem na natureza, sendo os mais usados são o sal e o açúcar, e até no nosso corpo (nos ossos). São vários e a sua forma geométrica e organização estrutural são de grande importância na escolha destes. A sua utilização para o nosso bem-estar deve-se ao facto de estes purificarem o nosso corpo e mente. Trabalham como ímanes que absorvem as energias em excesso no nosso campo magnético reequilibrando-o.

Os antigos sábios, como os alquimistas, já tinham percebido a positiva reacção que estes exerciam em nós, mas apenas no século XX foram desenvolvidos estudos em laboratório de análise do efeito dos mesmos quando em contacto com o nosso próprio campo magnético, o corpo. Verdadeiras curas foram diagnosticadas após tratamento com cristais e transformações moleculares foram observadas cientificamente após tratamentos com base nestes.

Comigo, há muito tempo que percebi como adoro pedras, no caso, as polidas são as que mais me atraem. Quanto aos cristais, estas pedras especiais, dizem algumas teorias com base na Astrologia sobre o assunto que, cada signo se relaciona melhor com alguns deles mas também que no geral a simples presença destes restaura ambientes pesados encontrando o equilíbrio energético.


É fundamentalmente com esse desejo, de harmonizar continuamente espaços, que hoje ficam algumas ideias de como os integrar. Libertarmos de uma forma natural diariamente  energias pesadas e excessivas enquanto desfrutamos do nosso lugar seguro, o nosso lar.














Suspensos junto a uma janela, simples ou mais elaborados. São várias as maneiras de os segurar, macramé, espanta espíritos ou dreamcatchers resultam maravilhosamente. Como iluminação também é uma opção que encanta, isolados ou acompanhados de vasos com plantas também funcionam ou agora que é verão porque não os colocar na lareira? Lindo.



sexta-feira, 2 de junho de 2017

129 - A few weeks later ... - Algumas semanas depois ...

Faz quase um mês que não escrevo, mas hoje apetece-me muito. As 2 últimas semanas foram duras, esgotaram-me física e psicologicamente. Foram precisas lágrimas, meditações e relaxamentos, para encontrar forças, manter a calma e tomar decisões.

É nos desafios e na maneira como lidamos com as adversidades da vida, que nós vemos se evoluímos dentro deste corpo e se somos capazes de as resolver com calma e assertivamente. Problemas sempre existirão, está contudo na maneira como os escolhemos resolver que fica a diferença entre a maturidade e imaturidade (ou se quiserem o nosso estado de consciência ou inconsciência). Uma coisa que eu já percebi é que há 2 verdades, embora a realidade seja apenas uma. Há a minha percepção e a percepção do outro lado. Somos almas com questões diferentes a tratar e focados em diferentes assuntos. Há muitos anos vi um filme que era exactamente sobre esta questão, a versão dele e a versão dela, mas com muita pena minha não me recordo do titulo.

Eu levei uns dias e felizmente tive a minha amiga casa zen (o meu happy place), onde restaurei o meu corpo e mente. Substituindo stress e negativismos que senti, por boas vibrações. Aos poucos a minha energia foi-se revigorando e equilibrando, restabelecendo o meu bem estar interior.

Hoje gostava de deixar algumas ideias simples mas que podem ser milagrosas quanto ao restauro do corpo e mente. Espaços ou objectos que incentivam à meditação e à reflexão, são contagiantes, serenos, felizes e melhor que qualquer comprimido que te deixe nock-out incapaz de raciocinares e resolveres os problemas, esperando simplesmente que o tempo te faça esquecer até à próxima vez acontecer … e te sentires péssima outra vez … 


Mimem a vossa casa com boas energias pois ela devolve-vos cada uma delas e é tão bom sentir mimos!















Gostem de vocês próprios, se isso não está a acontecer, encontrem o problema e resolvam.
As resposta estão em nós, ninguém poderá aconselhar-te melhor do que tu, porque não estão na tua pele quando vem os momentos difíceis.

: )

terça-feira, 9 de maio de 2017

128 - Feet on the sand - Pés na areia

Por estes dias, as nossas cabeças fogem muito para o tema praia. É primavera e já faz calor. Eu já fui e já caminhei na areia, ai … como é bom … ter os pés na areia. A praia para mim, mais do que a água é a areia, as pedras as conchas e o SOL. Estar no calorzinho do Sol, com os pés enterrados na areia a ouvir o mar é totalmente relaxante para a minha alma e claro quanto menos pessoas e barulho melhor. Barulho apenas tolero o dos barcos e das gaivotas.

Como não vivo numa casa na praia, embora adore a minha, por acaso uma cidade com praias lindas, simplesmente recorro a esse tema em muitos dos meus sonhos. Neles sou tão feliz, eu falo de sonhos mas na maioria das vezes comigo, tal acontece comigo acordada. Durante o dia, às vezes enquanto espero pela minha vez em serviços públicos, basta fechar os olhos e imaginotransporto-me para outro sítio.

Contudo quando penso numa casa na praia eu penso literalmente numa casa onde se veja a praia, ou cheire a mar de tão próximo que está dele. Algo simples, humilde e acolhedor e onde até o pavimento da casa é em areia. Doida? Não sonhadora. Impossível? Não, apenas muito difícil por estes dias.

Na minha adolescência os meus pais tinham precisamente uma minúscula casa T0 num sítio de sonho a 10 min. a pé da praia. Era de madeira, tinha apenas o básico, casa de banho sim, mas com água fria, depósito ao sol, era o mais quente que se tinha e lembro-me de à noite deixar-me dormir com o som das ondas, que espetáculo. De manhã era tomar um pequeno-almoço, vestir o bikini, calçar uns chinelos e praia. Como era tão perto vínhamos almoçar a casa e voltávamos para a praia e era assim, um mês inteiro de felicidade …


A dos meus pais não tinha pavimento em areia mas na verdade um “local” amigo nosso, tinha a sua cabana situada entre a 1ª duna e a 2ª duna e o chão era de areia branca, muito, muito cool, de sonho mesmo. Infelizmente tratavam-se de construções ilegais, que acabaram por ser demolidas como tantas outras, para protecção das praias paradisíacas Portuguesas.

Ficam algumas para inspiração e quem sabe um dia ...














; )






quarta-feira, 3 de maio de 2017

127 - Special spots - locais especiais

Felizmente está outro dia lindo de sol lá fora, mesmo a calhar pois hoje é precisamente o dia internacional do Sol. Em honra deste, hoje ficam sugestões para irem lá para fora e apanharem um pouco do mesmo. 

Procurem um local no exterior, pode ser uma varanda, pátio ou um jardim, encontrem um sítio onde se possam sentar ou deitar confortavelmente e apreciem a sua luz e o seu calor, é tão bom. Fiquem só ali. Não pensem em mais nada … apreciem o momento.












Relaxem e sejam felizes : )