terça-feira, 19 de setembro de 2017

144 - Facades with different textures – Fachadas com diferentes texturas

Os nossos 5 sentidos orientam os nossos dias, é através deles que temos a percepção do que nos rodeia e tomamos decisões. O paladar, o tacto, o olfacto, a audição e a visão levam-nos a gostar ou não de algo, a sentir-nos mais ou menos atraídos O mais incrível é que as opiniões divergem de pessoa para pessoa, o que torna tudo mais interessante.

Hoje apresento algumas fachadas, com combinações de diferentes materiais, que procuram seduzir-nos. Não sendo a solução mais económica é a mais desafiadora para o arquitecto e a mais favorável para o proprietário, pela existência de diferentes polos de energia.   Numa brincadeira de revestimentos que se completam e resultam harmoniosamente bem, convidando-nos a entrar. 

Desejamos criar boas sensações, a quem as observa, como se de um portal se trata-se, que filtra possiveis más energias e as transforma em boas vibrações. Queremos a casa envolvida em bem estar e por ali as pessoas sentem-se bem, as plantas crescem bonitas e os animais são serenos.

No caso estamos a seduzir a visão com o uso de texturas que nos transmitem diferentes sensações, através de âncoras naturais do tato, como o conforto da madeira, a pureza do branco, a robustez da pedra e a segurança do metal. Âncoras naturais são reacções que acontecem inconscientemente. Reagimos bem a algo, por associação a memórias, sem que nos apercebamos muitas vezes do porquê.


O Feng Shui é a procura do equilíbrio com uma constante apenas, a harmonia final. Queremos estar rodeados não exclusivamente de um elemento, mas sim de vários elementos, que se complementem na proporção certa .




















= )

Fonte de imagens: Pinterest

sábado, 9 de setembro de 2017

143 - Starry sky - Céu estrelado

Pois é, o Verão está a despedir-se. Aqui no sul da Europa já se notam os dias mais pequenos e o forte arrefecimento nocturno. Ainda ontem numa das praias da terra, a Figueirinha, tive uma tarde excelente de praia, mas a noite em Setúbal … já pede que se use um casaco. Estamos com uma amplitude térmica de 15ºC e já arrefece bastante. Os primeiros arrepios, depois deste verão escaldante, têm a sua piada mas a partir do terceiro, à que ir buscar um agasalho.

O Outono está por dias e é esperado que com ele venha chuva e vento, as folhas também já indicam que ele não tarda, já estão alaranjadas e a voarem por aí.

A ideia hoje é perpetuarmos o céu estrelado durante as próximas estações, com inspirações  através da iluminação. Termos o nosso próprio céu estrelado para nos iluminar em todas as noites que precisarmos, no exterior ou interior.

No alpendre, na árvore do quintal, na varanda, na sala ou até mesmo no quarto, muitas são as zonas que podem receber uma instalação que nos faça sonhar, ainda que acordados. Sonhar é uma das nossas maiores liberdades.


















Por defeito do meu signo sempre tive a habilidade de fugir por momentos, à realidade e de sonhar. Para mim é quase como se houvesse 2 realidades, a que vivo de olhos abertos e a que vivo de olhos fechados, a de olhos fechados alimenta a minha alma, a de olhos abertos alimenta o meu corpo. Quanto mais adulta mais sonho e refiro-me a sonhar acordada, é tão libertador e sou tão feliz neles que após os mesmos sinto-me como se tivesse bebido um red bull. Eu também sou feliz acordada, mas é muito mais duro, temos todos os sentimentos em alerta e a lutam entre si, desgasta-nos. Experimentem a sonhar acordados e relaxem, fechem os olhos e imaginem-se a realizarem os vossos maiores desejos, a visitarem paraísos criados ao vosso gosto, a baloiçarem como crianças, a voarem de asa delta, tudo é possível e todos temos desejos vários.


Eu acordada tenho o que já ouvi apelidarem de síndroma do pensamento acelerado, isto é, estou sempre, mas sempre a pensar e a analisar algo que aconteceu ou a considerar as várias hipóteses futuras para solucionar algo. Na verdade a pensar no que disse, naquilo que não disse ou ainda do que devia ter dito ou no que não devia ter dito. Oscilo entre o passado e o futuro, enquanto o presente se desenrola sem que eu muitas vezes “esteja lá”. Quando quero sair deste modo e não estou a trabalhar, sonhar é a maneira mais eficaz, principalmente antes de adormecer. Antes de adormecer elaboro mentalmente o guião, o que ocupa o meu cérebro a trabalhar sobre ele, ao invés de analisar situações e por breves momentos viajo para outro sítio “ de férias”. 


= )

Fonte de imagens: Pinterest

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

142 - Elegant vertical facades – Elegantes fachadas verticais

São casas que se desenvolvem na vertical. Lotes estreitos e compridos  resultam neste tipo de intervenção. O resultado é uma casa elegante e que pode ser muito interessante quanto à sua fachada.

Para fugir ao paralelepípedo básico e aborrecido, brinca-se com ritmos e texturas. Desencontro de vãos, volumetrias que se interligam e revestimentos vários são o desafio.

De positivo este tipo de imóvel têm muitas vezes uma vista mais desafogada e com maior alcance e ainda o poderem separar a parte social da parte privada por pisos.


De negativo tem o elemento escadas, vários lances de escadas podem ser cansativos. Serão mais adequados para casais jovens do que propriamente famílias, pois embora seja possível crianças habitarem neste tipo de moradia, estas não são amigas das crianças e obrigam a cancelas de segurança.















= )

Fonte de imagens: Pinterest

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

141 - Women's Spaces - Espaços Femininos

Um lar para mulher solteira é um espaço onde a decoração pede algo doce, suave em tons pastel. Não conheço muitos homens que apreciem tons pastel já mulheres não conheço nenhuma que não goste. Num lar partilhado por dois géneros não julgo ser adequado mas quando se trata de uma casa especificamente para uma mulher, nada mais feminino do que usar cores como verde, rosa, turquesa, ou mesmo todas juntas.

Somos mais sensíveis mas mais nervosinhas por natureza, algo suave a lembrar a manta de quando éramos bebé preenche-nos a alma e aquieta-nos o espírito.

Aqui não se trata de pequenos apontamentos mas sim de uma opção de tons, numa decoração geral inspirada nos contos de fadas, que nos leve inconscientemente a uma viagem nostálgica pelos quartos de princesa e jardins mágicos dos livros que lemos em criança. Um espaço que nos envolve delicadamente e nos faz sentir especial.

O que não pode faltar? Um sofá de veludo rosa, um candelabro, uma banheira, um espelho grande e plantas. Tenha uma casa que a acarinha, seja uma mulher feliz.


















; )

Fonte de imagens: Pinterest