terça-feira, 9 de maio de 2017

128 - Feet on the sand - Pés na areia

Por estes dias, as nossas cabeças fogem muito para o tema praia. É primavera e já faz calor. Eu já fui e já caminhei na areia, ai … como é bom … ter os pés na areia. A praia para mim, mais do que a água é a areia, as pedras as conchas e o SOL. Estar no calorzinho do Sol, com os pés enterrados na areia a ouvir o mar é totalmente relaxante para a minha alma e claro quanto menos pessoas e barulho melhor. Barulho apenas tolero o dos barcos e das gaivotas.

Como não vivo numa casa na praia, embora adore a minha, por acaso uma cidade com praias lindas, simplesmente recorro a esse tema em muitos dos meus sonhos. Neles sou tão feliz, eu falo de sonhos mas na maioria das vezes comigo, tal acontece comigo acordada. Durante o dia, às vezes enquanto espero pela minha vez em serviços públicos, basta fechar os olhos e imaginotransporto-me para outro sítio.

Contudo quando penso numa casa na praia eu penso literalmente numa casa onde se veja a praia, ou cheire a mar de tão próximo que está dele. Algo simples, humilde e acolhedor e onde até o pavimento da casa é em areia. Doida? Não sonhadora. Impossível? Não, apenas muito difícil por estes dias.

Na minha adolescência os meus pais tinham precisamente uma minúscula casa T0 num sítio de sonho a 10 min. a pé da praia. Era de madeira, tinha apenas o básico, casa de banho sim, mas com água fria, depósito ao sol, era o mais quente que se tinha e lembro-me de à noite deixar-me dormir com o som das ondas, que espetáculo. De manhã era tomar um pequeno-almoço, vestir o bikini, calçar uns chinelos e praia. Como era tão perto vínhamos almoçar a casa e voltávamos para a praia e era assim, um mês inteiro de felicidade …


A dos meus pais não tinha pavimento em areia mas na verdade um “local” amigo nosso, tinha a sua cabana situada entre a 1ª duna e a 2ª duna e o chão era de areia branca, muito, muito cool, de sonho mesmo. Infelizmente tratavam-se de construções ilegais, que acabaram por ser demolidas como tantas outras, para protecção das praias paradisíacas Portuguesas.

Ficam algumas para inspiração e quem sabe um dia ...














; )






quarta-feira, 3 de maio de 2017

127 - Special spots - locais especiais

Felizmente está outro dia lindo de sol lá fora, mesmo a calhar pois hoje é precisamente o dia internacional do Sol. Em honra deste, hoje ficam sugestões para irem lá para fora e apanharem um pouco do mesmo. 

Procurem um local no exterior, pode ser uma varanda, pátio ou um jardim, encontrem um sítio onde se possam sentar ou deitar confortavelmente e apreciem a sua luz e o seu calor, é tão bom. Fiquem só ali. Não pensem em mais nada … apreciem o momento.












Relaxem e sejam felizes : )